O terror do final

O final antevisto será um bom norte para a organização estrutural do romance; deixá-lo à “inspiração” do momento é o caminho mais curto para o insucesso
Ilustração: Mariana Tavares
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
01/05/2021
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital), R$ 12,90 (digital + impresso) e R$ 139,90 (digital + impresso anual).

Clique AQUI para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Luiz Antonio de Assis Brasil

É romancista. Professor há 35 anos da Oficina de Criação Literária da PUC-RS. Autor de Escrever ficção (Companhia das Letras, 2019), entre outros.

Publicidade