A roseira

De tempos em tempos, a mãe me estendia um copo plástico com água, era preciso regar a roseira, um prosaico plano para mantê-la viva
Ilustração: Denise Gonçalves
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
01/02/2021
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital), R$ 12,90 (digital + impresso) e R$ 139,90 (digital + impresso anual).

Clique AQUI para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Rogério Pereira

Nasceu em Galvão (SC), em 1973. De janeiro de 2011 a abril de 2019, foi diretor da Biblioteca Pública do Paraná. Tem contos publicados no Brasil, Alemanha, França, Peru, Equador e Finlândia. É autor do romance Na escuridão, amanhã (2013), finalista do prêmio São Paulo de Literatura, menção honrosa no Prêmio Casa de Las Américas (Cuba), e traduzido na Colômbia.

Últimas edições

Publicidade

Publicidade

Rascunho