maio de 2015

Rascunho

Curitiba - PR

A opinião, comentários e sugestões dos nossos fiéis leitores
Katia Bandeira de Mello Gerlach

Nova York - Estados Unidos

Entrevista com a chilena Lina Meruane, autora de "Sangue no olho"
Carlos Eduardo de Magalhaes

São Paulo - SP

Um pai discute com as filhas a evolução das crenças e da fé na história da humanidade
João Cezar de Castro Rocha

Rio de Janeiro - RJ

Otelo foi exposto a uma sucessão nada desprezível de “evidências”
Rafael Rodrigues

Feira de Santana - BA

Jeito de matar lagartas, de Antonio Carlos Viana, transita entre os extremos da delicadeza e da crueldade
Luiz Paulo Faccioli

Porto Alegre - RS

A “endemoninhada” chilena Lina Meruane chega ao Brasil com o excelente Sangue no olho
Luiz Horácio

Viamão - RS

Traduzir o poema, de Álvaro Faleiros, é imprescindível a quem se interessa pelos labirintos da tradução de poesia
André Caramuru Aubert

São Paulo - SP

Leia os póemas traduzidos "Domingo", "A Memória... (do poema Vem o Esquecimento)", "A noite até cair", "Sinto a água", "Um trem sobre a terra"
Fernando Monteiro

Recife - PE

Não é nenhum fato extraordinário que as iniciativas de adaptação de livros para o cinema priorizem os clássicos de cada país ou cultura.
Rodrigo Casarin

São Paulo - SP

Contos de O homem bumerangue, de Téo Lorent, não chegam a incomodar, mas estão longe de empolgar