🔓 Livro de Roald Dahl ganha tradução de poetas premiadas

Angélica Freitas e Marília Garcia recriam as rimas do infantojuvenil “Bichos malvados”, do mesmo autor de “A fantástica fábrica de chocolate”
Roald Dahl, autor de “Bichos malvados”
31/03/2021

A poesia infantojuvenil de Bichos malvados, do britânico Roald Dahl (1916-1990), chega ao Brasil — pela editora 34 — em tradução da gaúcha Angélica Freitas e da carioca Marília Garcia.

Na obra, publicada originalmente em 1983, o autor se junta ao ilustrador Quentin Blake para, por meio de rimas divertidas e imagens inusitadas, dar voz e vez aos animais.

Nascido no País de Gales, Dahl é autor de clássicos juvenis como James e o pêssego gigante (1961) e A fantástica fábrica de chocolate (1979) — adaptado para o cinema por Tim Burton, em 2005, com Johnny Depp no papel de Willy Wonka.

Responsáveis por trazer Bichos malvados para o português, Angélica Freitas é autora dos livros Canções de atormentar (2020) e Um útero é do tamanho de um punho (2017) e Marília Garcia assina os títulos Parque das ruínas (2019) e Câmera lenta (2017), entre outros.

>>> Leia entrevista com Angélica Freitas

>>> Leia entrevista com Marília Garcia

Bichos malvados
Roald Dahl
Trad.: Angélica Freitas e Marília Garcia
Ilustrações: Quentin Blake
Editora 34
40 págs.
Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Rascunho