🔓 Biblioteca Azul lança nova edição de Fahrenheit 451

Reedição traz novo projeto gráfico e textos de Neil Gaiman e Margaret Atwood sobre a principal obra do americano Ray Bradbury
Ray Bradbury, autor do clássico “Fahrenheit 451”
21/10/2020

(21/10/20)

Em comemoração ao centenário de nascimento de Ray Bradbury, a Biblioteca Azul lança uma nova edição do clássico da ficção científica e da literatura distópica Fahrenheit 451, com capa dura, novo projeto gráfico e um texto inédito do autor sobre a criação do livro.

Relatos de Neil Gaiman, Jonathan R. Eller (biógrafo de Bradbury) e Margaret Atwood completam o livro.

Originalmente escrito como um conto antes de se transformar em romance, a obra foi criada durante a era do macartismo, a sistemática censura à arte promovida pelo governo americano nos anos 1950.

Guy Montag é um bombeiro. Sua profissão é atear fogo nos livros. Em um mundo onde as pessoas vivem em função das telas e a literatura está ameaçada de extinção, os livros são objetos proibidos, e seus portadores são considerados criminosos. Montag nunca questionou seu trabalho; vive uma vida comum, cumpre o expediente e retorna ao final do dia para sua esposa e para a rotina do lar.

Até que conhece Clarisse, uma jovem de comportamento suspeito, cheia de imaginação e boas histórias. Quando sua esposa entra em colapso mental e Clarisse desaparece, a vida de Montag não poderá mais ser a mesma.

Ray Bradbury nasceu nos Estados Unidos, em 1920. Escreveu romances, contos, peças, poesia e roteiros para filmes, mas se tornou famoso com seus romances visionários. Considerado um dos mais importantes nomes da ficção científica, vendeu mais de 8 milhões de cópias de seus livros. Morreu em junho de 2012.

Fahrenheit 451
Ray Bradbury
Trad.: Cid Knipel
Biblioteca Azul
272 págs.
Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Rascunho