Odisseia humana

Nélida Piñon: "O maior inimigo do escritor é a soberba que obscurece sua visão crítica e exalta o próprio talento como se ele fora Zeus"
Nélida Piñon, autora de “Um dia chegarei a Sagres”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
02/09/2020
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital) e R$ 12,90 (digital + impresso).

Clique aqui para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade

Leia também

Rascunho

Curitiba - PR

Em “Solidão e companhia”, organizado pela jornalista Silvana Paternostro, a vida do autor de “Cem anos de solidão” é contada por pessoas próximas
Rascunho

Curitiba - PR

“O som do rugido da onça” narra trajetória de crianças indígenas capturadas no Brasil no século19 pelos pesquisadores alemães Von Spix e Von Martius
Rascunho

Curitiba - PR

Valter Hugo Mãe, José Eduardo Agualusa, Mia Couto, José Luís Peixoto e Gonçalo Tavares abrem a temporada 2021 do evento, idealizado e conduzido por Afonso Borges
Rascunho

Curitiba - PR

Nos quase 60 textos de “Coragem de viver”, escritor gaúcho homenageia sua mãe, Maria Carpi, que completou 30 anos de atividade poética em 2020