Poemas de Moisés Alves

Leia os poemas "Aquáticos", "Susi in transe" e "Sânscrita"
Moisés Alves, autor de “Cadernos de artista”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
01/02/2021
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital) e R$ 12,90 (digital + impresso).

Clique aqui para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Moisés Alves

Nasceu em Salvador (BA), em 1982. Publicou os livros de poesia Cadernos de artista, Onde late um cachorro doido, Coisas que fiz e ninguém notou mas que mudaram tudo e Escrito e dirigido por Moisés Alves. Em 2018, foi contemplado por uma bolsa do Goethe-Institut para uma temporada em Berlim, apresentando seus poemas no 19º Festival de Poesia da cidade.

Publicidade

Leia também

Nelson de Oliveira

São Paulo - SP

Como escrever contos, novelas e romances futuristas otimistas, mas com inegável qualidade literária, que não pareçam ingênuos e simplistas?
José Castilho

São Paulo - SP

Com um perfil muito próprio, a edição científica no Brasil se afirmou como expressão privilegiada da democratização do acesso ao conhecimento
Clayton de Souza

São Paulo - SP

"Thérèse Desqueyroux", de François Mauriac, expõe as disfunções da sociedade francesa por meio de uma personagem similar à famosa criação de Flaubert
Rinaldo de Fernandes

João Pessoa - PB

As “Memórias” e as “Memórias inacabadas” estão entre os textos mais aprazíveis da literatura brasileira, são obras que encantam pelo que contêm de vida