Catorze poemas de Pierre Reverdy

Leia os poemas traduzidos "Tarde da noite...", "Mais longe que lá", "Sempre só", "Bela estrela", "Claro inverno", "O mesmo número", "Segredo"
Pierre Reverdy, poeta francês
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
30/01/2015
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital), R$ 12,90 (digital + impresso) e R$ 139,90 (digital + impresso anual).

Clique AQUI para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Pierre Reverdy
Foi, sem a menor dúvida, um dos poetas mais influentes do século 20. Na origem, ele esteve no centro da cena artística francesa quando esta era a vanguarda mundial. Amigo de Picasso e Braque, era “o poeta” para Guillaume Apollinaire, Louis Aragon, Max Jacob, Tristan Tzara, André Breton e Paul Éluard.

André Caramuru Aubert

Nasceu em 1961, São Paulo (SP). É historiador formado pela USP, editor, tradutor e escritor. Autor de Outubro/DezembroA vida nas montanhas e Cemitérios, entre outros.

Publicidade