Duelo de silêncios

A descoberta de que alguns diálogos são impossíveis e não dependem apenas da boca
Difícil definir quando acabaram as noites de faroeste. Simplesmente, desapareceram, como quase todo o resto
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
31/03/2020
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital) e R$ 12,90 (digital + impresso).

Clique aqui para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Rogério Pereira

Nasceu em Galvão (SC), em 1973. De janeiro de 2011 a abril de 2019, foi diretor da Biblioteca Pública do Paraná. Tem contos publicados no Brasil, Alemanha, França, Peru, Equador e Finlândia. É autor do romance Na escuridão, amanhã (2013), finalista do prêmio São Paulo de Literatura, menção honrosa no Prêmio Casa de Las Américas (Cuba), e traduzido na Colômbia.

Publicidade

Leia também

Rascunho

Curitiba - PR

Itamar Vieira Junior, com o romance “Torto arado”, e Cida Pedrosa, com a coletânea de poemas “Solo para vialejo”, foram alguns dos destaques do ano
Rascunho

Curitiba - PR

Autora venceu prêmio Jabuti de revelação em 1973 e ocupava uma cadeira na Academia Paulista de Letras há 28 anos, desde 1992
Rascunho

Curitiba - PR

“Cartas para o recomeço” reúne textos do projeto "Toda segunda é um pequeno réveillon”, em que o autor apresenta reflexões sobre grandes dilemas da vida
Itamar Vieira Junior

Salvador - BA

Neste ano que tudo parece fora de lugar, o Natal ganhou um significado ainda mais triste. Há milhões de famílias enlutadas ao redor do mundo