O livro de Líbero

Apoiado em uma questão que martela a cabeça de muita gente, o autor paulista cria um mundo de possibilidades
O livro de Líbero
Alfredo Nugent Setubal
Intrínseca
256 págs.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
19/09/2020

“E se tivéssemos feito tudo diferente?” Apoiado em uma questão que martela a cabeça de muita gente, o autor paulista cria um mundo de possibilidades em seu romance de estreia. Quando o Circo Bosendorf se instala em Pausado, o autointitulado “redator-repórter-editor-chefe-júnior” do jornal da cidade, Líbero, se junta ao fiel Rubio para cobrir o acontecimento. O que deveria ser somente mais um dia de trabalho, no entanto, se transforma numa aventura surreal, na qual o futuro — e suas diferentes versões — pode ser explorado.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade

Leia também

Rascunho

Curitiba - PR

Texto faz parte da série “Overlooked no more”, sobre pessoas notáveis cujas mortes, a partir de 1851, não foram relatadas no jornal
Rascunho

Curitiba - PR

Fundador da Microsoft sugere “cinco bons livros para um ano péssimo”; entre os títulos, obras sobre o racismo e a Segunda Guerra Mundial
João Melo

Luanda - Angola

Os portugueses precisam de despir-se do complexo de superioridade derivado da convicção de que, supostamente, são os “donos” da nossa língua comum
Rascunho

Curitiba - PR

“Escrever de ouvido: Clarice Lispector e os romances de escuta”, da brasileira Marília Librandi, já teve edição em inglês e será publicado agora no Brasil pela Relicário