🔓 Gameleira-branca

Negritude, pobreza, sincretismo religioso e gravidez indesejada são alguns temas do romance de estreia da autora mineira
Gameleira-branca
Sofia Aroeira
Jandaíra
176 págs.
01/11/2021

Negritude, pobreza, sincretismo religioso e gravidez indesejada são alguns temas do romance de estreia da autora mineira, formada em medicina e radicada em São Paulo. A obra, que acompanha quatro gerações de mulheres, tem na figura de Dora seu fio condutor. A personagem, mãe de uma recém-nascida que vai estudar enfermagem em São Paulo, retorna à Bahia — já diplomada — e precisa se reconectar com as mulheres de sua família, em especial com a filha que não via há 12 anos.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Rascunho