A lua rodou

Folclore, misticismo, família e infância estão no centro desses versos de um dos poetas mais importantes do século 20
A lua rodou
W. B. Yeats
Org.: Noreen Doody
Tradução: Alípio Correa de Franca Neto
Ilustrações: Shona Shirley Macdonald
FTD
64 págs.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
24/05/2021

Folclore, misticismo, família e infância estão no centro desses versos de um dos poetas mais importantes do século 20. Acompanhados por ilustrações que reforçam o clima onírico do trabalho, os poemas dão uma amostra da potência do vencedor do Prêmio Nobel de Literatura de 1923, responsável por influenciar gerações seguintes. O conjunto traz, ainda, alguns trabalhos inéditos, histórias de família e uma carta que o autor escreveu quando criança.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade