Tarantino vai estrear como romancista

O livro, uma adaptação do roteiro de “Era uma vez em… Hollywood”, mais recente longa-metragem do cineasta americano, será publicado no Brasil pela Intrínseca
O cineasta Quentin Tarantino, autor de “Era uma vez em… Hollywood”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
23/11/2020

(23/11/20)

A estreia de Quentin Tarantino na literatura se dará pelo caminho inverso ao tradicional. É que seu primeiro romance traz uma história amplamente conhecida do público – uma adaptação literária de Era uma vez em… Hollywood, o mais recente longa-metragem do cineasta americano.

Segundo o jornal O Globo, a Intrínseca comprou os direitos da obra. Nos Estados Unidos, o romance, que leva o mesmo título do filme, será publicado pela HarperCollins. Tarantino também deve publicar Cinema speculation, uma coletânea de ensaios sobre filmes americanos dos anos 1970.

No romance Era uma vez em… Hollywood, Tarantino promete expandir os fatos narrados no filme protagonizado por Leonardo DiCaprio e que venceu dois prêmios no Oscar (direção de arte e ator coadjuvante, para Brad Pitt).

A história tem como protagonistas o ator decadente Rick Dalton (DiCaprio) e seu dublê Cliff Booth (Pitt). No entanto, Dalton está determinado a reverter sua situação e acompanhar as mudanças em curso na Hollywood do final dos anos 1960. A história mistura personagens fictícios com personalidades conhecidas, como a atriz Sharon Tate, assassinada pelos seguidores de Charles Manson.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade

Leia também

Rascunho

Curitiba - PR

Programa de Ieda de Oliveira vai ao ar na próxima quarta-feira (13) e estará disponível nas principais plataformas de podcast
Luiz Ruffato

São Paulo - SP

Relembrando 1956, início da Era JK, quando surgiram a bossa nova, o cinema novo, o concretismo, Pelé, e algumas obras-primas da literatura brasileira
Rascunho

Curitiba - PR

Publicado pela Ática, “Quarto de despejo: Diário de uma favelada”, uma das principais obras da autora mineira, traz prefácio de Cidinha da Silva e nova capa
Rascunho

Curitiba - PR

O evento cênico-literário “Mario Quintana: O tempo e os anjos” será transmitido ao vivo na internet, pela plataforma Zoom, nesta sexta-feira (8), às 18h30