Livro de ensaios homenageia os 90 anos de Godard

“Jean-Luc Godard: de Acossado a Imagem e palavra”, do pesquisador e escritor Mário Alves Coutinho, traz 14 ensaios sobre a obra do cineasta francês
O cineasta francês Jean-Luc Godard, diretor do clássico “Acossado”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram

(19/11/20)

No próximo dia 3 de dezembro, o cineasta francês Jean-Luc Godard completa 90 anos. Para festejar a data, a Tipografia Musical lança Jean-Luc Godard: de Acossado a Imagem e palavra, do pesquisador e escritor Mário Alves Coutinho.

Autor de outras três obras sobre o cineasta, além de numerosos ensaios, Coutinho elege e discorre sobre 14 dos principais filmes de um dos fundadores da Nouvelle Vague. Os ensaios vão de Acossado, debute do cineasta, aos dois mais recentes projetos de Godard, Adeus à linguagem e Imagem e palavra, passando ainda por outros filmes importantes, como O desprezo, Alphaville, Pierrot le fou e História(s) do cinema.

Godard nasceu em Paris, em 1930. Ganhou destaque nos anos 1960 como um dos fundadores do movimento Nouvelle Vague, que se rebelou contra os filmes comerciais e pregava um “cinema de autor”. Por isso, muitas de suas obras desafiam as convenções do cinema feito por Hollywood e copiado por diversos outros mercados. Seu primeiro longa, Acossado, é considerado um clássico (assim como outros de seus filmes) e Godard, de extensa filmografia, é tido como um dos maiores cineastas de todos os tempos.

O autor de Jean-Luc Godard: de Acossado a Imagem e palavra, Mário Alves Coutinho, é mineiro e sua produção se divide entre a literatura e o cinema. Organizou e traduziu os livros Tudo que vive é sagrado, com poemas de William Blake e David Herbert Lawrence, Canções da inocência e da experiência, também de William Blake, e O livro luminoso da vida, uma seleta de ensaios literários de D. H. Lawrence. Como crítico e ensaísta de cinema, publicou Godard e a educação e Godard, cinema, literatura, entre outros livros.

Jean-Luc Godard: de Acossado a Imagem e palavra
Mário Alves Coutinho
Tipografia Musical
264 págs.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade

Leia também

Rafael Cardoso

Berlim – Alemanha

Engajado nas lutas políticas dos Estados Unidos, escritor foi também um ficcionista que assumiu a imperfeição como característica humana incontornável
Carolina Vigna

São Paulo - SP

Ser e viver sozinho não é para qualquer um. E tampouco são sinônimos
Rascunho

Curitiba - PR

Com capa dura, título conta com organização e prefácio do poeta Eucanaã Ferraz, além de posfácio de Otto Lara Resende, publicado originalmente em 1967
Rascunho

Curitiba - PR

Segunda edição do concurso vai premiar projeto inédito de livro-reportagem com R$ 15 mil e contrato para publicação da obra