Bienal do Livro Rio lança plataforma digital

Plataforma pretende reproduzir o mesmo universo cultural do evento presencial, que está programado para acontecer em setembro, no Rio de Janeiro
O site da Bienal do Rio traz textos, vídeos, podcasts, entrevistas com autores
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
01/02/2021

A Bienal do Livro Rio lançou uma nova plataforma digital, com conteúdos inéditos sobre cultura e mercado literário. O site traz textos, vídeos, podcasts, entrevistas com autores nacionais e internacionais. A ideia é reproduzir o mesmo universo cultural do evento presencial, que está programado para acontecer em setembro, no Rio de Janeiro.

“A construção do conteúdo da Bienal é tão rica que um encontro de dez dias a cada dois anos já não era suficiente. A Bienal agora será permanente e com um alcance enorme. O público já nos pedia isso, estamos animados com a possibilidade de levar a Bienal para as casas dos brasileiros. A plataforma é uma possibilidade para quem nunca teve a oportunidade de vivenciar o evento sinta um pouquinho do clima do festival”, afirma a diretora da GL events responsável pela organização da Bienal, Tatiana Zaccaro.

A plataforma conta com o apoio e parceria do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel) e de editoras. Assuntos relacionados a temas atuais como mercado de trabalho, racismo, feminismo e política estão em pauta, assim como narrativas de ficção, temas infantis e o universo geek.

Na estreia, o site apresenta uma entrevista com Itamar Vieira Junior, cronista do Rascunho, autor de Torto e arado, vencedor dos prêmios Jabuti e Oceanos em 2020. Já o diretor de cinema Cacá Diegues compartilha dicas de filmes adaptados da literatura nacional.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade