“Biblioteca essencial do feminismo” reúne livros fundamentais do movimento

Organizado pela Rosa dos Tempos, box traz obras das norte-americanas Betty Friedan, Naomi Wolf e bell hooks e da brasileira Marcia Tiburi
bell hooks, autora de “O feminismo é para todo mundo”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
07/04/2021

Está em pré-venda pela Rosa dos Tempos o box Biblioteca essencial do feminismo, que reúne os livros A mística feminina (Betty Friedan), O mito da beleza (Naomi Wolf), O feminismo é para todo mundo (bell hooks) e Feminismo em comum (Marcia Tiburi).

O conjunto, com alguns dos principais títulos produzidos a partir da segunda onda do movimento, é uma ampla discussão acerca de diferentes pautas feministas — das sólidas estruturas patriarcais aos abusos psicológicos que precisam ser contornados pela mulher na sociedade.

No pioneiro A mística do feminismo, Betty Friedan (1921-2006) — importante líder do movimento pelo direito das mulheres das décadas de 1960 e 70 — apresenta, em 560 páginas, importantes reflexões a respeito do vazio do papel da esposa dona de casa.

Nas 490 páginas de O mito da beleza, marco da terceira onda do movimento, Naomi Wolf explica, em edição revista e contextualizada para o público atual, como o culto à beleza e à juventude da mulher é estimulado pelo patriarcado.

Já em O feminismo é para todo mundo (176 págs.), bell hooks cria uma espécie de cartilha acessível, com o objetivo de mostrar a natureza comprometida do movimento. Para a autora, trata-se de uma iniciativa “para acabar com o sexismo, exploração sexista e opressão”.

E em Feminismo em comum (126 págs.), de Marcia Tiburi, o leitor é apresentado a reflexões que driblam o senso comum e conhece diferentes tipos de feminismos, incluindo o trans e o indígena. Além disso, a obra repensa as enraizadas estruturas patriarcais da sociedade.

Biblioteca essencial do feminismo
Betty Friedan, Naomi Wolf, bell hooks e Marcia Tiburi
Trad.: Ana Luiza Libânio, Carla Bitelli, Bhuvi Libanio, Flávia Yacubian, Marina Vargas e Waldéa Barcellos
Rosa dos Tempos
1.352 págs.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade