Alexandre Pilati vai de  Karl Marx a Amy Whinehouse em livro de poesia

Quinta coletânea de poemas do professor a UnB será lançada no dia 29 de junho, em evento online pelo Facebook da editora Laranja Original
Alexandre Pilati, autor de “Tangente do cobre”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
14/06/2021

O escritor e professor da Universidade de Brasília (UnB) Alexandre Pilati lança seu quinto livro de poemas, que sai pela Laranja Original. O lançamento oficial acontece em 29 de junho, às 19h, na página da editora no Facebook. Além do autor, participam do encontro os escritores Diana Junkes, Leonardo Almeida Filho e Ronaldo Cagiano, que assina texto de orelha da obra.

Diferentemente dos livros anteriores, em que a voz poética revelava-se organizada em um centro lírico reconhecível como único, em Tangente do cobre o autor buscar abrir os limites da lírica a mecanismos de ficcionalização da voz poética. Assim o leitor poderá ouvir nos poemas diversas dicções e personagens agindo, falando, pensando, amplificando o diálogo entre o contemporâneo e o clássico: de Karl Marx a Amy Whinehouse; de Safo à anônima Ramona, a “rainha da República”.

Em Tangente do cobre, a principal característica é a perspectiva política com a qual o poeta observa o real e o transfigura através dos elementos mais intensivos da poesia. O livro é dividido em três partes.

Na primeira, intitulada “Conjuntura”, ressalta-se o lirismo empenhado com mirada crítica sobre o caos do mundo no início do século 21. A segunda parte, chamada “Você volta pra ela”, convoca a expressão lírica a uma combinação com a dimensão do ficcional, para exibir ao leitor uma galeria de personagens que assumem, em seus perfis, as contradições da realidade social. Por fim, em “Bate outra vez”, terceira parte da obra, o poeta retoma símbolos e recursos ligados à tradição da lírica meditativa e sentimental para problematizar o mundo a partir de um viés mais subjetivo.

Alexandre Pilati nasceu em Brasília, em 1976. É poeta e professor de Literatura Brasileira na Universidade de Brasília UnB. Publicou quatro ivros de poemas: sqs 120m2 com dce (NTC, 2004); prafóra (7Letras, 2007); e outros nem tanto assim (7Letras, 2015) e Autofonia (Penalux, 2018).

Tem poemas publicados em inúmeras antologias impressas e digitais, como os volumes Encontros com a poesia do mundo (Universidade de Perugia, Itália), e as revistas e sites Teresa (USP), Ruído Manifesto, Mallarmagens e Escrita Droide. Como ensaísta e crítico literário, publicou A nação drummondiana (7Letras, 2009) e Poesia na sala de aula (Pontes, 2017). Desde 2010 mantém um site próprio.

Tangente do cobre
Alexandre Pilati
Laranja Original
112 págs.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade