Alagoano Nilton Resende lança primeiro romance

“Fantasma” apresenta um quarto de hospedaria, em que habita um “ente” formado pelos resíduos de todas as pessoas que estiveram por lá
Nilton Resende, autor de “Fantasma”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
17/05/2021

O poeta e cineasta Nilton Resende faz sua estreia como romancista com Fantasma, publicado pelo selo Trajes Lunares, focado na edição de livros e autores alagoanos. Fantasma sai dez anos após a estreia de Resende na prosa, com a coletânea de contos Diabolô. Recentemente o autor também adaptou o conto A barca, de Lygia Fagundes para o cinema.

O romance apresenta um quarto de hospedaria, em que habita um “ente” formado pelos resíduos de todas as pessoas que estiveram por lá. “Com sensibilidade profética, Nilton Resende captura o espírito de nossos tempos: fadado ao isolamento, à melancolia, à opressão, ao desejo de liberdade — esta, encarcerada sob uma redoma que só se transpõe pela intervenção do afeto”, escreve Tamy Ghannam na orelha do livro.

Fantasma
Nilton Resende
Trajes Lunares
100 págs.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade