Prisma do caos

Autor de "M, o filho do século", Antonio Scurati analisa os principais pontos que ajudaram a consolidar o fascismo no mundo e fala sobre o tempo pandêmico
Antonio Scurati, autor de M, o filho do século
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital) e R$ 12,90 (digital + impresso).

Clique aqui para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

M, o filho do século
Antonio Scurati
Trad.: Marcello Lino
Intrínseca
816 págs.

Claudia Nina

É jornalista e escritora, autora dos infantis A barca dos feiosos, Nina e a lamparina, A repolheira Ana-Centopeia, entre outros. Publicou os romances Esquecer-te de mim (Babel) e Paisagem de porcelana (Rocco), finalista do Prêmio Rio. Assina coluna semanal na revista Seleções. Seu trabalho mais recente é a participação na antologia Fake fiction (Dublinense). Alguns textos da coluna da Seleções estão no seu podcast, disponível no Spotfy, lidos pela própria autora.

Leia também

Gisele Barão

Ponta Grossa - PR

A israelense Ayelet Gundar-Goshen fala sobre o processo de escrita de seus elogiados romances, que misturam boas tramas a dilemas morais
Rascunho

Curitiba - PR

Marco da literatura policial e um dos maiores romances do gênero, “O misterioso caso de Styles” apresenta pela primeira vez o detetive Hercule Poirot
Rascunho

Curitiba - PR

Professor da Universidade de Yale, historiador americano se dedica a estudar os grandes movimentos que mudaram o curso da história
Rascunho

Curitiba - PR

Nos dias 24 e 25 de outubro, série de conversas vai reunir autores como Milton Hatoum, Leonardo Boff, Holly Black e Itamar Vieira Junior, cronista do Rascunho