O olhar mágico

A aventura literária de Vicente Franz Cecim, o poeta gnóstico da Amazônia brasileira
Vicente Franz Cecim, autor de “K O escuro da semente”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
26/08/2017
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital), R$ 12,90 (digital + impresso) e R$ 139,90 (digital + impresso anual).

Clique AQUI para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

K O escuro da semente
Vicente Franz Cecim
LetraSelvagem
384 págs.
Vicente Franz Cecim
Nasceu e vive em Belém do Pará, Amazônia brasileira. Em 1979, com A asa e a serpente, iniciou a obra imaginária Viagem a Andara oOlivro invisível, transfiguração da Amazônia em Andara. Em 1980, veio o segundo livro de Andara, Os animais da terra, que recebeu o Prêmio Revelação de Autor da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). Em 1981, A noite do Curau, primeira versão do terceiro livro de Andara, Os jardins e a noite, recebeu Menção Especial no Prêmio Plural, no México. Em 1988, Viagem a Andara, reunindo os sete primeiros livros de Andara, recebeu o Grande Prêmio da Crítica da APCA. Em 1995, Cecim publica Silencioso como o paraíso, reunindo mais quatro livros de Andara. Em 2001, publicou em Portugal Ó Serdespanto, com dois novos livros de Andara. Em 2004 relançou, em versões finais, transcriadas, os sete primeiros livros de Andara reunidos nos volumes A asa e a serpente e Terra da sombra e do não. Em 2006, sai a edição brasileira de Ó serdespanto (Bertrand Brasil). Em 2008 e 2014 lançou as novas iconescrituras oÓ: Desnutrir a pedra e Breve é a febre da terra (Prêmio Haroldo Maranhão de romance).

Edson Cruz

E poeta e editor do site Musa Rara.

Publicidade