O inevitável correr da vida

Nos contos de "Tramas de meninos", João Anzanello Carrascoza discute as agruras da velhice e demonstra fôlego para narrativas sombrias
João Anzanello Carrascoza, autor de “Tramas de meninos” Foto: Marcos Vilas-Boas
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
01/09/2021
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital), R$ 12,90 (digital + impresso) e R$ 139,90 (digital + impresso anual).

Clique AQUI para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Tramas de meninos
João Anzanello Carrascoza
Alfaguara
120 págs.
Conto para uma só voz
João Anzanello Carrascoza
Nós
112 págs.
Utensílios-para-a-dor
João Anzanello Carrascoza
Faria e Silva
96 págs.
João Anzanello Carrascoza
Nasceu em Cravinhos (SP), em 1962, onde viveu até a adolescência. É professor de redação publicitária, na Universidade de São Paulo (USP), há mais de duas décadas. Entre livros de contos e romances, publicou mais de 30 títulos. Já ganhou, entre outros prêmios literários, o Jabuti, APCA e Biblioteca Nacional.

Márcia Lígia Guidin

É escritora e editora. Autora de Armário de vidro – Velhice em Machado de Assis, entre outros.

Últimas edições

Publicidade

Publicidade