A transgressão da carne

Ousado romance de Stephen Spender, "O templo" critica o puritanismo inglês e contesta o conceito de pecado
Stephen Spender, autor de O templo
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
29/05/2020
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital) e R$ 12,90 (digital + impresso).

Clique aqui para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

O templo
Stephen Spender
Trad.: Raul de Sá Barbosa
Editora 34
240 págs.
Stephen Spender
Nasceu em Londres, em 1909. Ao longo da década de 1930, engajou-se em diversas frentes contra a ascensão do fascismo na Europa, cobrindo, por exemplo, a guerra civil na Espanha para o jornal Daily Worker. Durante a Segunda Guerra Mundial, permaneceu em Londres, trabalhando nas brigadas anti-incêndio. Após 1945, afirmou-se como um dos grandes poetas ingleses do século 20, trabalhando também como editor e publicando ensaios, contos, romances, traduções e reportagens. Em 1988, publicou a primeira edição de O templo, depois de rever a fundo o manuscrito original iniciado em 1929. Morreu em Londres, em 1995. 

Matheus Lopes Quirino

Jornalista, é editor do site Frente & Versos e colaborador do jornal O Estado de S. Paulo.

Publicidade

Leia também

Luiz Rebinski

Curitiba - PR

Pilar Quintana, autora do elogiado "A cachorra", venceu prêmios em seu país e no exterior com uma escrita simples, mas cheia de significados
Mariana Ianelli

São Paulo - SP

A tristeza e o sofrimento das muitas obras de arte que convivem com a sujeira de declarações execráveis deste governo do absurdo
Rascunho

Curitiba - PR

Trajetória do artista carioca, expoente do modernismo no Brasil, integra a coleção “Contando a arte”, da Global; livro é assinado por Angela Braga-Torres
Carola Saavedra

Colônia - Alemanha

Uma conversa com Daniel Munduruku sobre a experiência indígena na arte, a força da literatura oral, as amarras do cânone e a necessidade de se reconectar com a natureza