Ensaios e Resenhas

SAO PAULO 13-05-2013 CADERNO 2 Escritor e Professor da USP Luis S. Krausz, autor de Deserto (Benvirá) FOTO Nelson Toledo

Sombras do exílio

Por MÁRCIA LÍGIA GUIDIN

Em prosa enxuta e elegante, “Bazar Paraná” é bem-sucedido ao ampliar as reflexões sobre a temática do êxodo judaico

Samir Machado, autor de Homens elegantes

Prazer clandestino

Por Jonatan Silva

O gaúcho Samir Machado de Machado cria romance histórico intrincado sobre o contrabando de livros eróticos

Eliana_Cardoso_foto_Renato_Parada_202

Utopia coletiva

Por MAURÍCIO MELO JÚNIOR

Em “Nuvem negra”, Eliana Cardoso revisita de maneira sintética sessenta anos da história brasileira

Graciliano Ramos, autor de São Bernardo

A descoberta do horror

Por RODRIGO GURGEL

“São Bernardo” condensa todo o vigor narrativo de Graciliano Ramos

Armando Freitas Filho, autor de Rol

A ardente clareira

Por Marcelo Reis de Mello

“Rol” desenrola uma lista na qual o presente imediato recolhe e ecoa traços de toda sua produção poética

Alberto Manguel, autor de Uma história natural da curiosidade

Enciclopédia de questões

Por Alan Santiago

Novo livro do argentino Alberto Manguel é como os gabinetes de curiosidades do século 18: fascinante, mas labiríntico

Antoine Laurain, autor de A caderneta vermelha

Um ato de amor

Por LUIZ HORÁCIO

“A caderneta vermelha”, de Antoine Laurain, coloca a literatura no mesmo patamar da vida e dos prazeres

Marisa M. Deacto, Autora de Império dos livros: instituições e práticas de leituras na São Paulo oitocentista e Edições e revoluções — leituras comunistas no Brasil e na França.

Livro, objeto, literatura

Por RODRIGO CASARIN

“Bibliomania”, de Marisa M. Deaecto e Lincoln Secco, é uma defesa apaixonada do livro impresso

Ilustração: Fábio Abreu

O leitor — de criatura a criador

Por Jorge Miguel Marinho

Nunca é demais lembrar que a leitura é o lugar da liberdade, da aventura e também da criação

Ilustração: Valdir Heitkoeter

Enigmática Emily

Por HENRIQUE MARQUES SAMYN

Obra poética e o clássico “O morro dos ventos uivantes” carregam o sentido profundamente inovador da obra de Emily Brontë

Robert Louis Stevenson, autor de Viagem com um burro pelas Cevenas

A jornada de Stevenson

Por OVÍDIO POLI JUNIOR

“Viagem com um burro pelas Cevenas” é primoroso ao entremear relato histórico, ensaio e narrativa de viagem

Rui Mourão, Mergulho na região do espanto

Perspectivas de significação

Por Rui Mourão

Resposta de Rui Mourão à resenha “Fantasmas no raso”, de Márcia Lígia Guidin, publicada na edição 196