Retrato calado

Nesta obra póstuma, o professor e filósofo Luiz Roberto Salinas Fortes — morto aos cinquenta anos
Retrato calado
Luiz Roberto Salinas Fortes
Editora Unesp
127 págs.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
26/09/2018

Nesta obra póstuma, o professor e filósofo Luiz Roberto Salinas Fortes — morto aos cinquenta anos, durante os anos de repressão policial e militar na década de 1970 — retrata o sufoco que enfrentou nos presídios da ditadura civil-militar brasileira, em lugares como a Oban, o Dops e o Deic. É com desprendimento que Salinas Fortes analisa a própria situação, sem o objetivo de se vitimizar ou se pôr como exemplo, num relato sóbrio que evidencia um homem em busca de si mesmo em meio à barbárie.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade