🔓 A mão que acaricia também apedreja

Quando um morador de rua é encontrado morto embaixo de uma ponte, o investigador da Polícia Civil do Paraná Saddock e seu parceiro
A mão que acaricia também apedreja
Maikon Augusto Delgado
Mona
294 págs.
23/11/2018

Quando um morador de rua é encontrado morto embaixo de uma ponte, o investigador da Polícia Civil do Paraná Saddock e seu parceiro, Modesto, entram em cena para dar início a uma trama policial ambientada na capital paranaense, em meio a um cenário que lembra as turbulências do ano de 2013 — protestos de rua inflamados, insatisfação social. Neste que é o primeiro volume da trilogia Curitiba alvejada, a ficção remonta a realidade para explorar temas como a corrupção, a violência, a injustiça e as relações de poder.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Rascunho