“Bruce Lee: uma vida”, de Matthew Polly, ganha tradução

Pesquisador da Universidade de Yale repassa toda a trajetória do artista marcial e ator de cinema chinês que conquistou o Ocidente
Matthew Polly, autor de “Bruce Lee: uma vida”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
30/07/2021

Na biografia Bruce Lee: uma vida, o jornalista norte-americano Matthew Polly repassa a trajetória do artista marcial e ator de cinema chinês que, em apenas 32 anos de vida, conquistou o Ocidente com suas impressionantes demonstrações físicas.

A obra, que reúne mais de cem entrevistas, apresenta informações inéditas e fotos raras, narra desde a infância de Lee — nascido em San Francisco, nos Estados Unidos, e criado em Hong Kong — como ator mirim até sua morte, que levantou várias dúvidas à época.

Estudioso das artes marciais desde menino, Lee voltou para os EUA aos 18 anos, quando começou a transmitir os conhecimentos do Oriente para o pessoal de Hollywood e se inseriu na indústria cinematográfica norte-americana.

A trajetória de Lee no cinema, apesar de ter sido difícil devido ao preconceito que tinham com atores orientais, tem momentos icônicos — como no filme O voo do dragão, de 1972, em que o chinês dá uma boa surra em Chuck Norris, ou em Jogo da morte, de 1978, no qual Lee enfrenta o astro do basquete Kareem Abdul-Jabbar.

“Bruce finalmente ganha a vigorosa biografia que merece. O livro de Matthew Polly está repleto de novas informações e insights perspicazes”, escreve Jonathan Eig, biógrafo do boxeador Muhammad Ali, sobre a obra.

Bruce Lee: uma vida
Matthew Polly
Trad.: Danilo Di Giorgi Drago
Seoman
712 págs.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Últimas edições

Publicidade

Publicidade