O homem comprado por Deus

Em "Eisejuaz", a argentina Sara Gallardo contorce idioma e sociedade ao assumir o ponto de vista de um indígena de crenças profundas
Sara Gallardo, autora de “Eisejuaz”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
01/09/2021
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital), R$ 12,90 (digital + impresso) e R$ 139,90 (digital + impresso anual).

Clique AQUI para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Eisejuaz
Sara Gallardo
Trad.: Mariana Sanchez
Relicário
240 págs.
Sara Gallardo
Nasceu em Buenos Aires (Argentina), em 1931. Publicou os romances Enero (1958), Pantalones azules (1963), Los galgos, los galgos (1968) e Eisejuaz (1971), entre outros. Ignorada em vida, sua obra foi recuperada por autores como Ricardo Piglia e Samanta Schweblin. Morreu em 1988.

Bruno Nogueira

É mestre em Estudos Literários e autor do livro de contos A síndrome do impostor.

Últimas edições

Publicidade

Publicidade