Mulheres clandestinas

"Com armas sonolentas", de Carola Saavedra, é um tratado sobre exílio emocional, ancestralidade e relações entre mulheres
Carola Saavedra, autora de “Com armas sonolentas”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital) e R$ 12,90 (digital + impresso).

Clique aqui para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Com armas sonolentas
Carola Saavedra
Companhia das Letras
272 págs.
Carola Saavedra
Carola Saavedra nasceu no Chile, em 1973, e mudou-se com a família para o Brasil aos três anos de idade. Ela está entre os vinte melhores jovens escritores brasileiros escolhidos pela revista Granta. Publicou os romances Toda terça (2007), Flores azuis (2008), que recebeu prêmio da APCA, Paisagem com dromedário (2010), vencedor do prêmio Rachel de Queiroz na categoria jovem autor, e O inventário das coisas ausentes (2014). Tem obras traduzidas para o inglês, francês, espanhol e alemão.

Gisele Barão

É jornalista

Publicidade

Leia também

Carolina Vigna

São Paulo - SP

Ser e viver sozinho não é para qualquer um. E tampouco são sinônimos
Rascunho

Curitiba - PR

Com capa dura, título conta com organização e prefácio do poeta Eucanaã Ferraz, além de posfácio de Otto Lara Resende, publicado originalmente em 1967
Rascunho

Curitiba - PR

Segunda edição do concurso vai premiar projeto inédito de livro-reportagem com R$ 15 mil e contrato para publicação da obra
Rascunho

Curitiba - PR

Com atividades gratuitas, evento acontece de 7 a 13 de dezembro e vai reunir 330 autores, entre eles Mauricio de Sousa, Raphael Montes e Mário Sergio Cortella