Acúmulo de catástrofes

O inacabado "Passagens", de Walter Benjamin, pretendia apresentar um tempo em que os homens “divinizaram” a mercadoria e o mercado
Walter Benjamin, autor de “Passagens”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
30/03/2019
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital), R$ 12,90 (digital + impresso) e R$ 139,90 (digital + impresso anual).

Clique AQUI para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Passagens — 3 volumes
Walter Benjamin
Trad. do francês: Cleonice Paes Barreto Mourão
Trad. do alemão: Irene Aron
UFMG
1746 págs.
Walter Benjamin
(1892-1940) foi um filósofo, ensaísta e crítico alemão. Na década de 1930 viveu exilado em Paris, fugindo do nazismo. Durante esse tempo colaborou com o Instituto de Pesquisa Social em Frankfurt. É autor de Origem do drama barroco alemão, O conceito de crítica de arte no romantismo alemão, além de alguns ensaios que estão entre os mais importantes do século 20.

Rafael Zacca

Poeta e crítico literário. É doutor em Filosofia pela PUC-Rio. Professor de Estética do departamento de Filosofia da PUC-Rio. Ministra oficinas de criação literária. Autor de O menor amor do mundo (7Letras, 2020, poemas) e Formas nômades (Urutau, 2021, crítica).

Publicidade