Carta a F. ou O assobio perdido

Aquele homem dependurado pelo pescoço numa árvore é meu avô. Balança o corpo vertical na solidão da corda
Ilustração: Raquel Matsushita
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital) e R$ 12,90 (digital + impresso).

Clique aqui para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Rogério Pereira

Nasceu em Galvão (SC), em 1973. De janeiro de 2011 a abril de 2019, foi diretor da Biblioteca Pública do Paraná. Tem contos publicados no Brasil, Alemanha, França, Peru, Equador e Finlândia. É autor do romance Na escuridão, amanhã (2013), finalista do prêmio São Paulo de Literatura, menção honrosa no Prêmio Casa de Las Américas (Cuba), e traduzido na Colômbia.

Publicidade

Leia também

Rascunho

Curitiba - PR

Chamado de CelebraLetras, o evento vai promover bate-papos, dicas de livros, venda de exemplares autografados, lives e podcasts
Rascunho

Curitiba - PR

Fábula sobre o ciclo da cigarra, livro quer instigar em adultos e crianças uma reflexão a respeito da natureza e da maneira como nos relacionamos com ela
Vivian Schlesinger

São Paulo - SP

“Quinquilharias e recordações” mostra o contexto histórico em que nasceu e cresceu a polonesa Wislawa Szymborska, ganhadora do Nobel de Literatura
Giovana Madalosso

São Paulo - SP

Sempre me orgulhei de ser honesta com a minha filha, desde quando ela nem sabia o que era a palavra honestidade