rodapé

Rinaldo de Fernandes

João Pessoa - PB

Os laços familiares são vistos como estreitos e frouxos, ou assimétricos — com harmonias e dissonâncias
Rinaldo de Fernandes

João Pessoa - PB

A luta permanente em busca de todas as possibilidades para as palavras na construção do texto
Rinaldo de Fernandes

João Pessoa - PB

Autor do conto O voo da madrugada era dono de uma narrativa inventiva, de linguagem lapidada, segurando com mão firme o seu narrador
Rinaldo de Fernandes

João Pessoa - PB

A literatura da violência e seus seguidores
Rinaldo de Fernandes

João Pessoa - PB

Fragmentação, montagem, síntese, elipse, coloquialidade, humor são traços da poética de Oswald de Andrade
Rinaldo de Fernandes

João Pessoa - PB

"Família", poema de Carlos Drummond de Andrade, elenca os tipos humanos que constituem a família tradicional brasileira de classe média
Rinaldo de Fernandes

João Pessoa - PB

Drummond é um poeta do presente histórico, do homem e sua solidão
Rinaldo de Fernandes

João Pessoa - PB

O narrador da “Carta de Caminha” é interessado, inocula-se na narração para incendiar em seu leitor de referência, o rei D. Manuel
Rinaldo de Fernandes

João Pessoa - PB

O início da literatura brasileira a partir da crônica histórica, o teatro popular e o modelo camoniano
Rinaldo de Fernandes

João Pessoa - PB

O fantástico nos contos de Carlos Gildemar Pontes