🔓 Um crime bárbaro

Sem conseguir dormir depois de receber uma notícia indigesta, a narradora-protagonista deste romance de Ieda Magri rememora um crime terrível contra uma criança
Um crime bárbaro
Ieda Magri
Autêntica
160 págs.
01/06/2023

Sem conseguir dormir depois de receber uma notícia indigesta, a narradora-protagonista deste romance de Ieda Magri rememora um crime terrível contra uma criança, ocorrido em uma cidade do interior no sul do Brasil. Ela então decide viajar de volta ao lugar onde tudo aconteceu. Passados 40 anos, ao buscar vestígios e ouvir histórias que se tornaram quase lendas, a narradora apresenta os meandros da vida local e o cenário de impunidade do caso. A voz narrativa, de seu ponto de vista privilegiado, aproxima o leitor dos acontecimentos sem oferecer, no entanto, uma perspectiva única. É uma obra que provoca emoções fortes desde as primeiras linhas, em cenas vigorosamente descritas. A história de Um crime bárbaro denuncia a terrível banalidade de assassinatos como esse e muitos outros, em um país onde se vive com medo. Livro que se alinha a obras e autores latino-americanos como os argentinos Selva Almada e Ricardo Piglia, além da romancista brasileira Patrícia Melo.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Rascunho