Elena Ferrante — Uma longa experiência de ausência

A misteriosa Elena Ferrante estreou na ficção em 1992, mas só se tornou uma febre mundial quase 20 anos depois
Elena Ferrante — Uma longa experiência de ausência
Fabiane Secches
Claraboia
261 págs.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
01/10/2020

A misteriosa escritora italiana Elena Ferrante estreou na ficção em 1992, com Um estranho amor, mas só se tornou uma febre mundial quase 20 anos depois, com o lançamento do primeiro volume da Tetralogia Napolitana. Nesta tese de mestrado que se transformou em livro, Fabiane Secches analisa desde as primeiras obras da autora reclusa, passando pela série de quatro livros iniciada com A amiga genial, em 2011, e ainda sonda o último título lançado por Ferrante, A vida mentirosa dos adultos, a ser lançado em breve no Brasil.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade