Antologia capta o clima dos tempos pandêmicos

Ficções e ensaios se misturam em “2020, o ano que não começou”; Andréa Del Fuego, João Anzanello Carrascoza e Nilma Lacerda são alguns dos participantes
Andréa Del Fuego faz parte da antologia “2020, o ano que não começou”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
06/05/2021

A antologia 2020, o ano que não começou, organizada e editada pela Reformatório, reúne 41 textos — entre ficções e ensaios — para apresentar um panorama amplo dos tempos pandêmicos.

O clima fúnebre que toma conta do país desde março do ano passado é explorado por nomes como Andréa Del Fuego, João Anzanello Carrascoza, Marcelino Freire e Nilma Lacerda, colunista do Rascunho.

“Esperamos não ter realizado apenas um relato dos fatos, mas também a reconstituição de sonhos, do imaginário, das mentalidades, dos sentimentos, do clima e do comportamento destes tempos tão sombrios e ainda tão vivos em todos nós”, comunica a editora.

2020, o ano que não começou
Américo Paim, Andréa Del Fuego e outros
Reformatório
312 págs.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade