CLAUDIA LAGE

raul pompeia

Tiro nas letras

Por CLAUDIA LAGE

Quando Raul Pompéia suicidou-se com um tiro, aos trinta e dois anos, em uma triste noite de natal, deixando uma […]

Realidade imaginada

Por CLAUDIA LAGE

“O que é a realidade?”, a voz agoniada do meu amigo exclamava pelo telefone, às seis da manhã de um […]

Labirinto de palavras

Por CLAUDIA LAGE

Eu estou em abstinência. Há trinta dias que não abro um livro, não ponho uma única palavra nos olhos. Isso […]

Perto do coração da linguagem

Por CLAUDIA LAGE

“Só nos diz a verdade quem não gosta da gente ou nos é indiferente”, Clarice escreveu ao amigo Fernando, desolada, […]

A vida depois do livro

Por CLAUDIA LAGE

Em um dia de verão, um escritor foi encontrado morto em sua casa, de casaco e luvas, boina e botas, […]

cortazar

O músico em Cortázar

Por CLAUDIA LAGE

Cortázar aspirava na literatura à liberdade criativa do jazz

A pequena chama de Mansfield

Por CLAUDIA LAGE

Mas eu lhe digo, meu tolo senhor, dessa urtiga, o perigo, colhemos esta flor, a salvação. (Trecho de Henrique IV, […]

As pessoas, os escritores

Por CLAUDIA LAGE

O escritor William Faulkner tinha boas lembranças de seu emprego num bordel. “Para um artista, é o melhor lugar”, declarou, […]

Entres escritores e estantes (1)

Por CLAUDIA LAGE

O escritor William Faulkner tinha o hábito de reler todos os anos os autores que amou na juventude: Cervantes, Flaubert, […]

Entres escritores e estantes (2)

Por CLAUDIA LAGE

Dostoiévski tinha dezesseis anos quando leu o primeiro romance da escritora francesa George Sand. “Lembro-me perfeitamente, tive febre durante toda […]

O primeiro encanto, a primeira vertigem

Por CLAUDIA LAGE

“Quando eu era pequena, não queria fugir com o circo, mas morar numa biblioteca”, me disse uma vez uma amiga […]

Entre ruínas e livros

Por CLAUDIA LAGE

Entre escombros, vigas partidas, telhas quebradas, papéis e brochuras espalhados, três homens estão diante das estantes sobreviventes do grande bombardeio […]