Ilustração: FP Rodrigues

Os novos tempos são agora

Por Antonio Geraldo Figueiredo Ferreira

O escritor performático e a eterna vontade de ser amado

Raymundo_Netto

Crônicas sobre o talento cearense (3)

Por RINALDO DE FERNANDES

São muitos os exemplos de crônicas bem compostas no livro de Raymundo Netto

Ilustração: Eduardo Souza

Uma resenha

Por NELSON DE OLIVEIRA

Depois de quase cem anos de silêncio, Amina Ngozi Aidoo volta a falar

don-quixote-and-sancho-setting-out-1863

O texto no espelho

Por EDUARDO FERREIRA

O original, com o tempo, torna-se nebuloso, dificultando sua apreensão imediata

Ilustração: Tereza Yamashita

Carta a um suicida

Por JOSÉ CASTELLO

Diante da turbulência contemporânea, muitos se perguntam: “O que fazer?”

Ilustração: Valdir Heitkoeter

Sobre o fim

Por Tércia Montenegro

Em absoluta solidão, fui aberta por uma faca, esmagada e estilhaçada por dentro

Graciliano Ramos, autor do clássico Vidas secas

Sem artesanato e técnica no romance, impossível

Por RAIMUNDO CARRERO

O uso da linguagem equivocada enriquece a linguagem erudita

Manoel de Barros, poeta brasileiro

Canção do ver, de Manoel de Barros

Por WILBERTH SALGUEIRO

Versos nos quais a poética de Manoel de Barros se exibe em plenitude

Rita Dove, poeta norte-americana

Rita Dove

Por André Caramuru Aubert

Sete poemas da norte-americana Rita Dove

Hitler_204

A vigésima quinta hora (final)

Por FERNANDO MONTEIRO

O rosto de Hitler era uma máscara de sangue

Dyonelio Machado, autor de Os ratos

A perversão do homem

Por RODRIGO GURGEL

“Os ratos”, de Dyonélio Machado, é perfeito no estilo conciso, na elaboração psicológica do protagonista e na organização da estrutura narrativa

Javier Arancibia Contreras, autor de Soy loco por ti, América

Realidade escarrada

Por Jonatan Silva

Javier Arancibia Contreras faz de “Soy loco por ti”, América um manual de sobrevivência ao autoritarismo