Contos estrangeiros

É o estrangeiro de fato, onde as histórias são situadas, e o estrangeiro como metáfora dos tempos modernos que norteiam os 15 contos
Contos estrangeiros
Fernando Monteiro
Confraria do Vento
189 págs.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
29/08/2018

É o estrangeiro de fato, onde as histórias são situadas, e o estrangeiro como metáfora dos tempos modernos que norteiam os 15 contos desta que é a segunda incursão do pernambucano Fernando Monteiro pela narrativa curta. Se o século 21 nos oferece um sem-fim de informações a todo momento e pode, para os desavisados, parecer um momento elucidativo da História, Monteiro evidencia o estado de cegueira generalizado através de contos desorientadores — como em Eliza Fraser, a história de uma mulher estranha para si mesma.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade