A origem da água

Livro retrata a loucura pelo viés da criatividade, da pulsão de vida, ousadia e liberdade
A origem da água
Ana Cristina Braga Martes
Confraria do Vento
196 págs.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram

“Meu intuito é retratar a loucura indo além do lado depressivo e mórbido dos transtornos mentais, para mostrar um outro lado, o da criatividade, da pulsão de vida, ousadia e liberdade”, diz a socióloga Ana Cristina Braga Martes, que estreou na ficção com o romance A origem da água — livremente baseado na vida da escritora mineira Maura Lopes Cançado, autora do autobiográfico Hospício é Deus (1965). Na narrativa de Ana Cristina, Laura nasce numa fazendo do interior do Brasil e desde cedo precisa lidar com o domínio do masculino ao seu redor. Expulsa de um colégio interno, casada e mãe ainda na adolescência, a protagonista tenta penetrar nos meios intelectualizados após vencer um prêmio literário e colaborar com um grande jornal. A realidade, porém, bate mais forte: aos 25 anos, ela se interna voluntariamente em um hospital psiquiátrico — e a história vai navegando águas cada vez mais profundas, passando por reflexões sobre loucura e sanidade, saúde mental e institucionalização, entre outras.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade

Leia também

Luiz Rebinski

Curitiba - PR

Alegoria sobre a condição judaica, romance é o ponto alto da obra de Moacyr Scliar, que se notabilizou pela linguagem clara e grande imaginação
Rascunho

Curitiba - PR

“Memórias do Brasil”, que vai ao ar nesta sexta-feira (30), traz depoimentos de escritores e amigos do autor amazonense
Rascunho

Curitiba - PR

Autor dos quadrinhos “The Sandman” participa do painel Thunder Arena, falando sobre sua carreira e as adaptações de suas obras para outros formatos
Rascunho

Curitiba - PR

“Ponha-se no seu lugar!”, da escritora e pesquisadora Ana Pacheco, é uma releitura do conto clássico O nariz, de Nikolai Gógol, escrito em 1836