Regina Navarro Lins esmiúça o amor em novo livro

Em “Amor na vitrine”, autora apresenta o resultado de suas pesquisas sobre questões que envolvem relacionamentos e sexualidade
Regina Navarro Lins, autora de “Amor na vitrine”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram

(16/11/20)

Em seu 13º livro, a psicanalista Regina Navarro Lins lança um olhar sobre as relações amorosas contemporâneas. Amor na vitrine compila a experiência da autora ao longo de 46 anos de atendimento em terapia individual e de casal em consultório.

Além da prática clínica, a psicanalista tem se dedicado à pesquisa de questões que envolvem relacionamentos e sexualidade, tendo como base a “História das Mentalidades”: estudo sobre sentimentos e comportamentos coletivos em determinado lugar ou período da humanidade.

São fontes de sua pesquisa questionamentos sobre o surgimento do amor, a divisão de papéis na sociedade e de que forma essa divisão contribuiu para a formação do patriarcado, a estrutura da vida a dois, a possibilidade de ser feliz sozinho ou com mais de um parceiro amoroso.

A pesquisa sobre o assunto vai desde a pré-história, passando pela Grécia Antiga, pela Idade Média, pelo Iluminismo, pelo século 19, percorrendo o advento da pílula anticoncepcional, no século 20, até chegar às novas relações no mundo contemporâneo conectado, no qual as estruturas das relações e os padrões da sexualidade são frequentemente questionados.

Amor na vitrine
Regina Navarro Lins
BestSeller
376 págs.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade

Leia também

Rafael Cardoso

Berlim – Alemanha

Engajado nas lutas políticas dos Estados Unidos, escritor foi também um ficcionista que assumiu a imperfeição como característica humana incontornável
Carolina Vigna

São Paulo - SP

Ser e viver sozinho não é para qualquer um. E tampouco são sinônimos

Em “Tantas que aqui passaram”, escritora baiana volta aos poemas com personagens, aspecto já evidenciado em seus trabalhos anteriores
Rascunho

Curitiba - PR

Com capa dura, título conta com organização e prefácio do poeta Eucanaã Ferraz, além de posfácio de Otto Lara Resende, publicado originalmente em 1967