Poesia de Yves Bonnefoy em edição bilíngue

Primeiro volume da obra poética do autor francês é editado pela Iluminuras; conjunto abrange sua produção até 1993, com tradução de Mário Laranjeiras
Yves Bonnefoy, autor de “Obra poética — Volume 1”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
13/04/2021

Traduzido para mais de 20 idiomas, o trabalho do francês Yves Bonnefoy (1923-2016) volta às prateleiras nacionais. Obra poética — Volume 1, bilíngue e dividida em dois livros, é editada pela Iluminuras, com tradução de Mário Laranjeira.

No conjunto, que abrange a produção de Bonnefoy até 1993, destaca-se a busca do autor por uma espécie de lugar verdadeiro — e, para encontrá-lo, é necessário imergir no imaginário.

“Talvez Bonnefoy (autor de admiráveis narrativas de sonho) chegue, finalmente, a uma trégua armada. Talvez, sem perder a sua esperança do ‘lugar verdadeiro’, chegue a aceitar que o espaço da palavra seja o entre-dois-mundos, e mesmo numa dupla aceitação”, anota o crítico Jean Starobinski no prefácio.

Nascido em 1923, o poeta flertou a princípio com o surrealismo, mas abriu mão dos conceitos do gênero para trilhar seu próprio caminho em meio aos versos. Apesar de não se prender ao formalismo poético, seu trabalho é marcado por ritmos e sonoridades.

Obra poética — Volume 1
Yves Bonnefoy
Trad.: Mário Laranjeira
Iluminuras
240 págs.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade