Lançamentos e ciclo de debates marcam centenário de Jacó Guinsburg

Primeiro encontro do ciclo “100 Jacó” acontece em 21 de setembro e reúne a viúva do editor, Gita Guinsburg, Celso Lafer e Sérgio Kon   
O editor, escritor e tradutor Jacó Guinbursg
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
04/09/2021

Morto em 2018, aos 97 anos, o editor Jacó Guinsburg faria 100 anos neste mês de setembro. Para marcar o centenário do intelectual, a editora Perspectiva prepara uma série de lançamentos de livros e eventos. Guinsburg fundou a Perspectiva em 1965.

Ao longo de sua extensa trajetória, Jacó Guinsburg assinou uma centena de obras, seja como autor ou tradutor. O volume inédito Digitais de um Leitor, com textos críticos sobre livros, é o primeiro livro a sair. Ainda estão programados os lançamentos de Aventuras de uma língua errante, sobre o iídiche, e A obra de arte viva e outros textos, sobre teatro, uma das especialidades de Guinsburg.

Haverá ainda um ciclo de debates chamado “100 Jacó”. O primeiro encontro acontece no dia de nascimento de Guinsburg, 21 de setembro, e reúne a viúva do autor, Gita, curadora de toda a programação ao lado de Abílio Tavares, Celso Lafer, Plinio Martins Filho, Roberta Estrela D’Alva e Sérgio Kon.

Nascido na cidade de Riscani, na Bessarábia (hoje território da Moldávia), Guinburg emigrou para o Brasil com seus pais com apenas três anos de idade, em 1924. Escreveu na imprensa de São Paulo e do Rio de Janeiro sobre literatura brasileira, judaica e internacional. Foi um dos críticos de teatro mais importantes do país.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Últimas edições

Publicidade

Publicidade