Editora 34 lança novela da primeira fase criativa de Tolstói

Edição de “Dois hussardos”, originalmente publicado em 1856, traz posfácio do italiano Italo Calvino e tradução direta do russo
Tolstói, autor de “Dois hussardos”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
09/10/2020

(09/10/20)

Lev Tolstói (e vários outros autores russos do século 19) tem ganhado bastante atenção do mercado editorial brasileiro nos últimos 20 anos. Além de seus grandes romances, outros trabalhos menos conhecidos do russo também têm sido editados. A editora 34 lança agora a novela Dois hussardos, originalmente publicada em 1856.

A história tem como pano de funda a guerra. Em um intervalo de 20 anos, pai e filho, ambos militares, detêm-se por uma noite na mesma cidade de província. O modo como interagem com seus habitantes, as seduções e as trapaças em que se envolvem, refletem muito mais do que o quadro mental de dois indivíduos: são índices das transformações profundas pelas quais passava a Rússia no século 19.

O livro ainda traz posfácio de Italo Calvino, em que salienta como Tolstói, acostumado a escrever romances longuíssimos, em Dois hussardos revela tanto em um texto tão curto.

Tolstói nasceu em 1828, na Rússia, em Iásnaia Poliana, propriedade rural de seus pais. Além de romances épicos e clássicos como Guerra e paz e Anna Kariênina, escreveu obras-primas no conto e na novela, tais como A morte de Ivan Ilitch, A sonata a Kreutzer e Khadji-Murát.

Dois hussardos
Lev Tolstói
Trad.: Lucas Simone
Editora 34
96 págs.

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade