Anos derradeiros de Van Gogh inspiram livro de Evando Nascimento

Primeiro romance do autor baiano, "Diários de Vincent: Impressões do estrangeiro" será lançado nesta sexta-feira (18), às 18h, em evento online
Evando Nascimento, “Diários de Vincent: Impressões do estrangeiro”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
15/06/2021

O pintor holandês Vincent Van Gogh povoa o mais recente livro de Evando Nascimento. Primeiro romance do autor baiano, Diários de Vincent: Impressões do estrangeiro será lançado nesta sexta-feira (18), às 18h, em evento online que conta com a presença dos críticos Luiz Camillo Osorio, Júlio Diniz e Karl Erik Schollhammer. O link para o lançamento pode ser acessado aqui.

Resultado de cinco anos de pesquisa e escrita, o texto foi baseado sobretudo na vasta correspondência de Vincent van Gogh, editada em seis volumes enciclopédicos pela  Actes Sud.

O livro narra os quatro últimos anos do pintor holandês, expondo um perfil diferente do mito: sensível, amoroso, falante de três línguas estrangeiras (francês, alemão e inglês), hiperculto, leitor voraz de literatura, sobretudo inglesa e francesa. A história expõe ainda seu interesse pelos trópicos e em particular pelo Brasil.

“O retrato que vai sendo desenhado ao longo destas quase quatrocentas páginas é de um artista menos caricato e mais complexo: um homem inquieto, obsessivo, solitário, caudaloso, cosmopolita, que falava holandês, alemão, inglês e francês, que viveu nas principais capitais europeias, que conhecia profundamente literatura e história da arte. Sua procura pela pulsação viva da cor e da natureza levou-o para o Sul, para a luz, na busca do verdadeiro Midi, o meio-dia feliz”, diz o curador, crítico de arte e professor de Estética da PUC-Rio Luiz Camillo Osorio, que assina texto de apresentação do livro.

Evando Nascimento nasceu em Camacã, na Bahia. Vive há quatro décadas no Rio de Janeiro. É ensaísta, escritor e artista visual. Foi professor na Universidade Federal de Juiz de Fora e na Université Stendhal de Grenoble, na França.

É autor de Retrato desnatural (Record), Cantos do mundo (Record, finalista do Prêmio Portugal Telecom, atual Oceanos, em 2011), Cantos profanos (Globo) e A desordem das inscrições (7Letras).

Diários de Vincent: Impressões do estrangeiro
Evando Nascimento
Circuito

Rascunho

Rascunho foi fundado em 8 de abril de 2000. Nacionalmente reconhecido pela qualidade de seu conteúdo, é distribuído em edições mensais para todo o Brasil e exterior. Publica ensaios, resenhas, entrevistas, textos de ficção (contos, poemas, crônicas e trechos de romances), ilustrações e HQs.

Publicidade