Poemas de Lorna Dee Cervantes

Leia os poemas traduzidos "Barco de refugiados", "A prece espremida entre as ondas", "Emplumada", "Autoestrada 280", "Sua cova rasa" e "Possibilities — in 100 words"
Lorna Dee Cervantes, autora de “Emplumada”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
30/11/2019
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital), R$ 12,90 (digital + impresso) e R$ 139,90 (digital + impresso anual).

Clique AQUI para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Lorna Dee Cervantes
Nasceu na Califórnia, em 1954, filha de mexicanos, e a parte mais conhecida de sua poética reflete a crise de identidade que ela desde sempre viveu, crescendo como “chicana” num mundo de língua inglesa. Feminismo, direitos civis e de minorias são frequentes em seu universo poético, de resto excepcionalmente lírico.

André Caramuru Aubert

Nasceu em 1961, São Paulo (SP). É historiador formado pela USP, editor, tradutor e escritor. Autor de Outubro/DezembroA vida nas montanhas e Cemitérios, entre outros.

Publicidade