Versos adormecidos

Um passeio pela trajetória do poeta alagoano Guimarães Passos, cujo trabalho permanece esquecido
O poeta alagoano Guimarães Passos, autor de Horas mortas
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
30/05/2020
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital) e R$ 12,90 (digital + impresso).

Clique aqui para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Guimarães Passos
Foi um poeta alagoano, nascido em 1867, radicado no Rio de Janeiro (RJ) desde os 19 anos de idade. Além de obras poéticas lançadas em parceria com Olavo Bilac (1865-1918), publicou individualmente os livros Versos de um simples (1891) e Horas mortas (1901). Morreu em 1918.

Antonio Carlos Secchin

É poeta, ensaísta, professor emérito da UFRJ e membro da ABL. Em 2017 publicou Desdizer, poesia reunida, editada em Portugal no ano seguinte. Seu livro Percursos da poesia brasileira, do século XVIII ao XXI ganhou o prêmio da APCA para melhor livro de ensaios publicado no país em 2018.

Publicidade

Leia também

Rinaldo de Fernandes

João Pessoa - PB

Ser influenciado por um bom autor, pelo menos no início da carreira, é positivo, mas depois é preciso encontrar uma dicção própria
Rascunho

Curitiba - PR

Em seu quinto livro de poemas, o autor carioca constrói um conjunto que dialoga com o cânone literário e outras linguagens
Rascunho

Curitiba - PR

Do amor, Da natureza e Do homem: nas três seções deste livro de poemas, o autor foge ao hermetismo para escrever
Rascunho

Curitiba - PR

A ditadura militar brasileira é pano de fundo deste romance do experiente Tailor Diniz, autor de 17 livros