Um Cândido contemporâneo

Com leveza e ironia, Leonardo Sciascia remonta o poder corrompido na Sicília da Segunda Guerra
Leonardo Sciascia, autor de “Candido, ou uma história sonhada na Sicília”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
30/01/2015
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital) e R$ 12,90 (digital + impresso).

Clique aqui para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Candido, ou uma história sonhada na Sicília
Leonardo Sciascia
Trad.: Maria Gloria Cusumano Mazzi
Berlendis & Vertecchia
125 págs.
Leonardo Sciascia
Nasceu em Racalmuto, em 1921. Foi um intelectual poliédrico: escritor, ensaísta, poeta, jornalista, professor de escola e político italiano. É uma das grandes figuras da segunda metade do século 20 italiano e europeu. Algumas de suas principais obras traduzidas em português são: O mar cor do vinho, Portas abertas, 1912 +1, O dia da coruja, A cada um o seu, Todo modo. Faleceu em Palermo, em 1989.

Patricia Peterle

É professora de literatura na UFSC.

Publicidade

Leia também

Julia Dantas

Porto Alegre - RS

Talvez seja um desequilíbrio químico do cérebro, mas tenho a convicção de que a felicidade é inevitável para certo tipo de gente
Rascunho

Curitiba - PR

Vencedor será conhecido em fevereiro e ganhará R$ 40 mil, além da publicação do livro em edições da Record e da TAG Experiências Literárias
Rascunho

Curitiba - PR

Ainda em fase experimental, o projeto Biblioteca Digital reúne centenas de títulos, em diversos gêneros
Rascunho

Curitiba - PR

Kazuo Ishiguro publica primeiro romance desde que ganhou Nobel de Literatura, Bill Gates aborda a crise climática e Blake Bailey lança biografia de Philip Roth