Subjetividades múltiplas

Os contos de "Gosto de amora", de Mário Medeiros, trazem um olhar atento às complexidades e contradições intrínsecas à experiência negra no Brasil
Mário Medeiros, autor de “Gosto de amora”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital) e R$ 12,90 (digital + impresso).

Clique aqui para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Gosto de amora
Mário Medeiros
Malê
148 págs.
Mário Medeiros
É doutor em Sociologia pela Unicamp. Publicou em 2013 A descoberta do insólito: literatura negra e periférica no Brasil (1960-2000) e, em 2017, foi finalista do prêmio Sesc de Literatura na categoria contos.

Henrique Marques Samyn

Professor do Instituto de Letras da UERJ e escritor.

Publicidade

Leia também

Rascunho

Curitiba - PR

Cida Pedrosa: “Tenho surtos criativos e nestes momentos fico ligada, pronta para a presa, em estado de palavra”
Luiz Ruffato

São Paulo - SP

Ocupamos o último lugar no ranking mundial de valorização da profissão de professor, e isso antecipa o retrato do que o Brasil será no futuro
Rascunho

Curitiba - PR

A poeta pernambucana Cida Pedrosa venceu as categorias Poesia e Livro do Ano, com “Solo para vialejo”; Nélida Piñon, Carla Bessa e Itamar Vieira Junior também foram premiados
Rascunho

Curitiba - PR

O livro “Contos” traz 25 narrativas curtas do autor de “A montanha mágica”, com posfácio do crítico inglês Terence J. Reed