Sempre o mesmo rio

Em "Do outro lado do rio", situações opacas dos personagens possibilitam várias leituras da sociedade contemporânea
Robson Viturino, autor de “Do outro lado do rio”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
26/08/2017
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital), R$ 12,90 (digital + impresso) e R$ 139,90 (digital + impresso anual).

Clique AQUI para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Do outro lado do rio
Robson Viturino
Nós
192 págs.
Robson Viturino
Nasceu em São Paulo (SP), em 1979, e passou a infância e a adolescência no interior paulista, onde vive sua família. Em 2001, voltou a São Paulo, cidade onde mora e trabalha. Além de ficção, escreve resenhas e reportagens. Em 2012, recebeu o Grande Prêmio de Reportagem da Editora Globo por antecipar a derrocada do empresário Eike Batista. Do outro lado do rio é sua estreia na ficção.

Claudia Nina

É jornalista e escritora, autora dos infantis A barca dos feiosos, Nina e a lamparina, A repolheira Ana-Centopeia, entre outros. Publicou os romances Esquecer-te de mim (Babel) e Paisagem de porcelana (Rocco), finalista do Prêmio Rio. Assina coluna semanal na revista Seleções. Seu trabalho mais recente é a participação na antologia Fake fiction (Dublinense). Alguns textos da coluna da Seleções estão no seu podcast, disponível no Spotfy, lidos pela própria autora.

Publicidade