Os ecos de Rulfo

Publicado há 65 anos, o breve romance "Pedro Páramo" segue impactando leitores com sua linguagem árida e narrativa enigmática
Ilustração: Mello
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
03/01/2021
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital), R$ 12,90 (digital + impresso) e R$ 139,90 (digital + impresso anual).

Clique AQUI para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Pedro Páramo
Juan Rulfo
Trad.: Eric Nepomuceno
José Olympio
175 págs.
Juan Rulfo
Nasceu em Jalisco, México, em 1917. Os dois livros que publicou — a coletânea de contos Chão em chamas (1953) e o romance Pedro Páramo (1955) — foram o suficiente para fazer do autor um dos grandes nomes da literatura em língua espanhola. Traduzida em mais de 32 idiomas, sua obra conta com vasta herança crítica, entre seus célebres comentadores estão Octavio Paz e Susan Sontag. Faleceu em 1986, na Cidade do México.

Iara Machado Pinheiro

É jornalista e mestre em teoria literária.

Últimas edições

Publicidade

Publicidade