Nenhum véu sobre o amor

No romance "Baixo esplendor", de Marçal Aquino, um policial infiltrado conduz uma história na qual o erotismo é mecanismo de sobrevivência
Marçal Aquino, autor de “Baixo esplendor” Foto: Renato Parada
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
01/09/2021
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital), R$ 12,90 (digital + impresso) e R$ 139,90 (digital + impresso anual).

Clique AQUI para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Baixo esplendor
Marçal Aquino
Companhia das Letras
261 págs.
Marçal Aquino
Nasceu em Amparo (SP), em 1958. É jornalista e roteirista de cinema e de televisão. Publicou, além de volumes de contos, os romances Cabeça a prêmio (2003) e Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios (2005).

Ramon Ramos

É autor de Tinta (2012), Caroço (2013), A vulnerabilidade como procedimento (2018).

Últimas edições

Publicidade

Publicidade